terça-feira, 18 de dezembro de 2007

À pressão

Como alguém me disse um dia, a vida é como um castelo para o qual carregamos sempre mais uma pedra. Eu acho que o meu nunca estará completo.
Nesse caminho carregando as pedras vamos sempre tropeçando em algumas. Umas são leves e passamos à frente, outras nem por isso e é necessário ou pegar nelas ou contorná-las.
São essas pedras pesadas que por vezes nos fazem abrandar um pouco. Desistir é dos fracos, dizem.

Numa frigideira funda, meia cebola refogada em azeite, onde cozinhei três salsichas frescas.
Temperei com um pouco de sal, ervas frescas, ervas secas e deixei estufar. Acrescentei concentrado de tomate e cozinhou mais um pouco em lume baixo e com a frigideira tapada.
Cortei as salsichas depois de cozinhadas e, juntei um ovo cozido e cortado em pedaços pequenos.
Cozi spaguetti al dente, escorri, juntei o molho.
Servi salpicado com coentros e queijo ralado.


5 comentários:

anna disse...

«Simples também é um luxo» era um nome adequado também para este prato.
Gostei do perfume que sai da foto...

Eliana Scaramal disse...

Ainda bem que você não desiste em amigo?! Que delícia de massa, adorei!

Gi disse...

Imagine se a vida fosse feita só de coisas perfeitas. o tempo todo, em todo lugar e com todos. Monótono, não? é daí que tiramos as aprendizagens!
Que tenhas um fim de ano feliz, regado a muitas alegrias, com pessoas amadas e inesquecíveis!!!
e um 2008 ainda melhor!
um beijo grande, moço! e mesmo de longe, torço para que não desista. Nunca!

Nogueirajcs disse...

Precisamente ;)

Elvira disse...

Feliz Ano Novo! Beijos.